Categorias
Notícias

Fala Juventude completa um ano e irá comemorar com grande estilo, confira

O programa mais jovem da rádio paraibana, está fazendo aniversário e para comemorar está data histórica, os apresentadores Rayo Miranda, Rique Peres, Wéverton Correia, Denise Miranda, Yonah Carvalho e José Fernandes, convidam você para uma grande festa na usina cultural Energisa, no dia 13/02/2020 (Quinta-feira), o evento começa a partir das 20 horas.

Em conversa com a reportagem, os apresentadores citaram que o programa sempre será um espaço aberto para a juventude paraibana. Também destacaram a importância das pautas discutidas para os jovens diante da oportunidade de proporcionar um método de discussão diferente.

“A gente vai estar sempre debatendo e trazendo temas de interesse da própria juventude de uma maneira dinâmica e atual, para que a juventude se sinta representada tanto na discussão destes temas quanto na própria participação do espaço da rádio”- finalizou.

Para acompanhar o ‘Fala Juventude’, basta sintonizar toda quinta-feira a partir das 20h na Rádio Tabajara FM 105.5 MHz. Você ainda pode acompanhar ao vivo pelo Instagram (https://www.instagram.com/falajuventude105.5/) ou pelo portal da Rádio Tabajara (http://radiotabajara.pb.gov.br/). O programa vai ao ar logo após a o programa Voz do Brasil.

Categorias
Notícias

Programa de Sikêra Júnior não é exibido na RedeTV! do Rio Grande do Sul; Saiba o motivo

Considerada a grande aposta da RedeTV!, o “Alerta Nacional”, apresentado por Sikêra Júnior, tem sido o novo carro forte da emissora. No dia de sua estreia (28/01), o jornalístico conseguiu audiência significativa e trouxe à televisão brasileira uma visão de noticiário policial diferente: os fatos com humor apresentados de uma forma mais leve.

Porém, se depender da TV Pampa, afiliada à RedeTV! no Rio Grande do Sul, os gaúchos podem não ter o privilégio de conhecer, tão cedo, a figura do pernambucano que está fazendo sucesso na região norte do país, segundo informa o site “Sul BRTV”.

De acordo com a assessoria de imprensa da TV Pampa, a empresa tem uma parceria com a emissora paulista, independente na formação da sua grade de programação local.

“Informamos que a TV Pampa é uma emissora parceira da RedeTV! no Rio Grande do Sul, mantendo, desta forma, independência no fechamento de sua grade local. Vale destacar também, que a programação da TV Pampa é elaborada constantemente com base na pesquisa qualificada do ibope”, defende a empresa, sobre a não exibição do programa.

Outro fator presente na dificuldade de transmissão do “Alerta Nacional” se dá pela faixa de horário que já é usada pela emissora gaúcha (18h às 19h30) para a transmissão de seu conteúdo local: o “Pampa Debates” (17h45), com a apresentação de Paulo Sérgio Pinto, o “Jornal da Pampa” (18h55) e o “Atualidades Pampa” (19h15).

O programa que é exibido originalmente pela TV A Crítica — afiliada do Canal 9 paulista, no Amazonas — é exibido de segunda a sexta-feira, das 18h00 às 19h30, pela RedeTV!.

Categorias
Política

Mandato por um fio: Câmara deve votar afastamento de Wilson Santiago nesta quarta-feira

A Câmara dos Deputados deve decidir nesta quarta-feira sobre o afastamento do deputado Wilson Santiago (PTB-PB), denunciado por corrupção pela Procuradoria-Geral da República (PGR). A medida foi determinada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello em dezembro.

“Tem que ser na primeira sessão. Então tem que votar até quarta-feira, porque a primeira sessão é nesta terça às 19h” disse o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a jornalistas nesta segunda-feira.

Wilson é um dos alvos da operação Pés de Barro da Polícia Federal, que investiga suspeitas de superfaturamento em obras no interior da Paraíba. De acordo com a Polícia Federal, são investigados os crimes de peculato, lavagem de dinheiro, fraude licitatória e formação de organização criminosa.

Segundo Maia, há um rito em que será apresentada a defesa prévia do deputado, do seu advogado, a posição do relator do caso e depois novamente a posição de Wilson e de seu advogado. Ele prevê que o caso seja votado em um dia só.

Em dezembro, líderes partidários já articulavam reverter o afastamento do deputado, como revelou o GLOBO. A decisão do STF é considerada extrema, já que não há condenação. Santiago tem um bom trânsito entre os colegas.

Categorias
Legislativo

Relator da reforma tributária: ‘Vamos tributar mais quem ganha mais’

Questionado com o argumento da oposição de que a reforma tributária não defende a ideia de que haverá tributação maior para quem ganha mais e menor para quem ganha menos, em contraponto ao discurso hegemônico de que a reforma tributária vai unificar impostos, o relator da reforma na Câmara, e possivelmente da comissão mista que discute o assunto no Congresso, o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), afirmou que o texto vai contemplar essa lógica de justiça social.

“Nosso sistema tributário é regressivo, ou seja, se tributa mais quem ganha menos. Nós estamos olhando com muito foco para essa questão da progressividade, que é tributar de forma justa. Queremos que haja justiça. O sistema é tão confuso que criou esse tipo de distorção ao tributar o consumo, que é tributar quem ganha menos. Quando você isenta a cesta básica, isenta não só o pobre, mas o rico também”, afirmou o parlamentar à TV Câmara.

 

 

Com informações do BR Político

Categorias
Judiciário

Toffoli adia para abril julgamento de prisão imediata para homicidas

Dias Toffoli adiou de 12 de fevereiro para 23 de abril o julgamento que poderá permitir a execução imediata da pena de condenados pelo tribunal do júri, que julga acusados de assassinato.

A nova data permite a participação no julgamento de Celso de Mello, que já se manifestou contrariamente a essa possibilidade no ano passado, quando o STF voltou a proibir a prisão em segunda instância.

O pacote anticrime, aprovado e sancionado no final do ano passado, prevê a execução imediata nesses casos, mas só para penas acima de 15 anos de prisão.

Categorias
Economia

Governo Bolsonaro corta 94% do investimento em atletas militares

O investimento do governo federal em verbas de infraestrutura e viagens destinada aos atletas militares despencou de R$ 10 milhões, em 2019, para R$ 600 mil em 2020, um decréscimo de 94% no primeiro orçamento sob a presidência de Jair Bolsonaro.

Esse é o menor aporte previsto desde o lançamento do Programa Atletas de Alto Rendimento das Forças Armadas (PAAR), em 2008. A informação foi obtida pela reportagem via Lei de Acesso à Informação.

“Se me dessem mais, eu teria. Não fui eu quem pediu R$ 600 mil”, afirmou o general Jorge Antonio Smicelato, diretor do departamento de Desporto Militar do Ministério da Defesa.

“Temos que atender a várias frentes, como a de formação e os programas sociais. Então, eu manobro com o orçamento de R$ 600 mil.”

É recorrente que haja uma redução de verba para o programa nos anos de Jogos Olímpicos, como será em 2020 com a Olimpíada de Tóquio. Isso porque não sai das Forças Armadas o investimento direto para a participação do país nesses eventos, mas sim do Comitê Olímpico do Brasil (COB). Ainda assim, a queda nessa proporção é inédita.

“Não precisamos de investimentos nos atletas que vão para Tóquio. O COB tem todo o seu planejamento, é até ruim para nós descolarmos atletas para competições antes da Olimpíada”, diz Smicelato.

A reportagem também teve acesso aos investimentos do programa desde a sua criação. Ele começou com R$ 1,6 milhão (em valores atualizados), em 2008, e chegou a R$ 6,2 milhões três anos depois.

Para o ano dos Jogos de Londres, 2012, houve redução de 40% em relação ao ano anterior, mas ainda assim o PAAR contou com aporte de R$ 3,7 milhões. De 2015 para 2016, ano dos Jogos do Rio de Janeiro, a queda foi de 65% (de R$ 9,5 milhões para R$ 3,3 milhões).

Esse valor não engloba os gastos com a remuneração dos atletas militares. Via assessoria de imprensa, o Ministério da Defesa informou que estima gastar R$ 28 milhões com a folha salarial (soldo, férias e 13º) em 2020.

O programa também passa por uma redução no seu quadro de atletas. Caiu de 630 participantes, em 2018, para 534 em 2019.

“São militares contratados temporariamente, alguns pedem desligamento, outros não se enquadram no programa e são afastados até por indisciplina”, disse o general, sem citar casos específicos.

Smicelato creditou a queda de orçamento em 2020 a diferentes fatores, como a necessidade de conter gastos com o efetivo das Forças Armadas. “Estamos passando por uma reestruturação do nosso plano de Seguro Social [Reforma da Previdência de militares], com necessidade de reduzir gradualmente o efetivo, e seria incoerente aumentar o número de beneficiados do programa.”

Além disso, apesar de o ciclo olímpico chegar ao seu encerramento em 2020, o ápice dos gastos da Defesa foi em 2019, com a 7ª edição dos Jogos Mundiais Militares, em Wuhan, na China.

Para participar desse evento, foi necessário comprar uniformes, material de treinamento e passagens áreas para uma delegação bem mais numerosa em comparação à que o país terá na Olimpíada de Tóquio (são estimados cerca de 250 atletas no Japão).

A equipe verde e amarela contou com 491 integrantes, entre atletas e comissão técnica, nos Jogos Militares, e conquistou 88 medalhas: 21 ouros, 31 pratas e 36 bronzes. O Brasil terminou em terceiro lugar no quadro geral, atrás de China e Rússia.

O alistamento de atletas para o PAAR é feito de forma voluntária, e o processo de seleção leva em conta os resultados em competições nacionais e internacionais. Os integrantes do programa têm à disposição, além dos benefícios trabalhistas da carreira militar, acesso às instalações esportivas da Marinha, do Exército e da Aeronáutica.

Apesar do vínculo empregatício, eles não precisam dar expediente e seguem a rotina de treinamentos em seus respectivos clubes -o maior compromisso é representar o país nos Jogos Militares. O salário alcança R$ 3.825, referente ao soldo de terceiro sargento.

A meta do Ministério da Defesa para Tóquio-2020 é repetir o desempenho obtido na Rio-2016. Na última edição da Olimpíada, os militares representaram 31% da delegação brasileira, com 145 atletas classificados, e conquistaram 13 das 19 medalhas (68%) do país.

A boxeadora Bia Ferreira, contratada pela Marinha, e o ginasta Arthur Nory, pela Aeronáutica, receberam o prêmio de melhores atletas de 2019 em cerimônia realizada pelo COB em dezembro.

Neste mês, a Forças Armadas lançaram edital para preencher vagas nos seguintes esportes: atletismo, boxe, judô, natação, pentatlo militar, tiro, vôlei e vôlei de praia.

 

 

Da redação com FolhaPress

Categorias
Manchete

Homens invadem casa e matam mulher em Campina Grande

Na madrugada desta terça-feira(04) uma mulher foi assassinada dentro da própria casa no bairro de Cuités, na cidade de Campina Grande.

Segundo informações da Polícia Militar, dois homens teriam invadido a casa da vítima e apontaram a arma para o filho dela após ordenarem que as lâmpadas fossem acesas.

Os invasores então foram até a mulher e a alvejaram, a polícia investiga se haveria relação entre os assassinos e a vítima, mas nenhum suspeito ainda não foi encontrado.

Categorias
Manchete

Juíza nega ação contra Lula por invasão do triplex

A juíza Lisa Taubemblatt, da 6ª Vara Criminal Federal de Santos, rejeitou ação penal contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pela invasão do triplex 164-A, no Condomínio Solaris, no Guarujá. Na mesma decisão, a magistrada abriu caminho para uma transação penal em relação ao líder do MTST, Guilherme Boulos, e outros três militantes.

A peça do procurador da República em São Paulo Ronaldo Ruffo acusa o ex-presidente e o líder do MTST de violar o artigo 346 do Código Penal: “Tirar, suprimir, destruir ou danificar coisa própria, que se acha em poder de terceiro por determinação judicial ou convenção”.

A denúncia se refere ao ato do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, que ocupou o apartamento pivô da condenação do petista na Operação Lava Jato. A invasão ocorreu em abril de 2018, dias após a prisão de Lula para cumprimento da pena no caso triplex.
Ao rejeitar a denúncia contra Lula, a magistrada afirma: “Portanto, a mera invocação da condição de líder carismático, sem a correspondente e objetiva descrição explícita de determinado comportamento típico que vincule o acusado ao resultado criminoso, não constitui fator suficientemente apto a legitimar o recebimento da peça acusatória, no que se refere ao denunciado Luiz Inácio Lula da Silva”.

“Ou seja, in casu, ainda que a denúncia descreva exatamente como o acusado convocou, instigou e estimulou os corréus a perpetrarem a invasão do “Tríplex do Guarujá”, não vinculou de modo conclusivo, necessário e determinante a conduta individual do agente ao evento delituoso, tendo em vista que, no decorrer dos quase 03 (três) meses transcorridos entre o ato público realizado em 24.1.2018 e o dia 16.4.2018, diversos outros fatores preponderantes podem ter interferido na vontade livre e consciente dos participantes do fato supostamente delituoso, a motivar e justificar as suas ações; dentre os quais, hipoteticamente, o desejo de acumulação de capital político, decorrente da exposição de suas ações na mídia, ou mesmo a satisfação pessoal e altruísta de defenderem suas convicções, ainda que estas possam se provar equivocadas”, anotou.

Em relação a Boulos e outros militantes do MTST, a magistrada agendou para 16 de julho uma audiência de transação penal – ocasião em que, em troca de aceitar uma punição branda, que envolve multa, o acusado deixa de responder pela ação criminal.

Além da ocupação, havia ainda um grupo de 70 apoiadores em frente ao triplex, com faixas dizendo “Se é do Lula, é nosso”, “Se não é, por que prendeu?” e “Povo sem Medo”.”É uma denúncia da farsa judicial que levou Lula a prisão. Se o triplex é dele, então o povo está autorizado a ficar lá. Se não é, precisam explicar porque ele está preso”, disse Boulos, no dia 16 de abril, nas redes sociais. Lula havia sido preso no dia 7 daquele mês.

O ex-presidente chegou a prestar depoimento em investigação sobre a ocupação do imóvel, que já estava bloqueado, por ordem Judicial, a título de reparação dos cofres públicos. Lula negou incitar a invasão. Boulos disse à Polícia Federal que se tratou de uma ‘ação legítima’.

A Polícia Federal intimou Boulos a prestar depoimento sobre o ocorrido. “Isso era conhecimento público e da própria delegada que eu não estive presente na ação embora considere a ação legítima e me orgulhe, porque é uma ação que ajudou a denunciar uma farsa judicial que levou o ex-presidente Lula injustamente à cadeia como preso político.”

“Não achamos que isso deve ser tratado num inquérito criminal. Isso deve ser tratado no ambiente político”, afirmou.

Após saber da denúncia, Guilherme Boulos afirmou, em suas redes sociais: “Acabei de ser informado que o MPF denunciou a mim, a Lula e a 3 militantes do MTST pela ocupação do triplex do Guarujá, sugerindo pena de prisão de até 2 anos. É a nova farsa do triplex. Que fique claro: a criminalização das lutas não vai nos intimidar nem nos calar!”

Após ser bloqueado, o triplex foi arrematado, em leilão judicial pelo valor mínimo, de R$ 2,2 milhões. O novo dono é o empresário Fernando Gontijo, que também pendências com a Justiça. Ele foi condenado por improbidade no âmbito da Operação Confraria, deflagrada na Paraíba contra fraudes em licitações na Prefeitura de João Pessoa.

Categorias
Manchete

Fique de Olho: Quais são os tipos mais letais de câncer e o que fazer para prevenir

Há duas décadas, o mundo dedica o Dia Mundial do Combate ao Câncer, 4 de fevereiro, para discutir a causa e políticas de prevenção sobre o tema. Embora seja uma doença com sintomas e agravantes em comum, o câncer possui muitos tipos e afeta diferentes órgãos, exigindo uma atenção diferente para cada um.

Câncer de pulmão, cólon e reto, mama e estômago são alguns dos tipos mais letais da doença, de acordo com a lista publicada pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca) em 2018. Entendam o que os torna tão perigosos e quais as melhores formas de prevenção.

Câncer de pulmão 

O  câncer de pulmão é uma das principais causas de morte no mundo, mesmo quando o ranking extrapola causas médicas. De acordo com o médico oncologista Antônio Carlos Buzaid, um dos motivos é o fato de que, frequentemente, a doença é descoberta em estágio avançado. “É um câncer com grande chance de cura quando tratado precocemente, mas, como não apresenta sintomas , dificilmente isso acontece”, explica.

O profissional reforça que, para a prevenção e detecção precoce, e recomendação é de exames anuais de tomografia computadorizada em pacientes fumantes a partir dos 40 anos. De acordo com dados publicados pelo Inca, Em cerca de 85% dos casos diagnosticados, o câncer de pulmão está associado ao consumo de derivados de tabaco.

Apenas algumas pessoas com câncer de pulmão em estágio inicial apresentam sintomas. Os mais comuns são:

  • Tosse persistente
  • Escarro com sangue
  • Dor no peito
  • Rouquidão
  • Piora da falta de ar
  • Perda de peso e de apetite
  • Pneumonia recorrente ou bronquite
  • Sentir-se cansado ou fraco
  • Nos fumantes, o ritmo habitual da tosse é alterado e aparecem crises em horários incomuns.

Câncer de intestino

Assim como no caso do câncer de pulmão, o perigo deste está no fato de tratar-se de uma doença silenciosa, cujo diagnóstico depende principalmente dos exames preventivos. “Um agravante para a detecção do câncer de cólon e reto é cultural. Os brasileiros não gostam de fazer o exame e esperam algum problema acontecer”, acrescenta Antônio Carlos.

Apesar da dificuldade aparente no diagnóstico, o segundo câncer mais letal no país possui um alto índice de cura quando identificado precocemente. Entre os fatores de risco estão: idade igual ou acima de 50 anos; excesso de peso; alimentação não saudável; consumo de carnes processadas e ingestão excessiva de carne vermelha.

Os sintomas mais frequentemente associados ao câncer do intestino são:

  • sangue nas fezes;
  • alteração do hábito intestinal (diarreia e prisão de ventre alternados);
  • dor ou desconforto abdominal;
  • fraqueza e anemia;
  • perda de peso sem causa aparente;
  • alteração na forma das fezes (fezes muito finas e compridas)
  • massa (tumoração) abdominal

Câncer de mama

cancer
Câncer de mama é o principal tipo da doença entre mulheres

Tipo de câncer mais comum entre mulheres, o câncer de mama é altamente curável quando detectado precocemente – com mais de 95%de chances de cura. A observação, porém, precisa ser constante em mulheres com mais de 50 anos através da mamografia.

Entre os entraves culturais para o exame, estão os mitos de que à mamografia faria mal à saúde da mama ou até mesmo que o autoexame – outra importante forma de observação – substituiria do estudo clínico.

Entre os fatores de risco estão causas ambientes e comportamentais, como tabagismo, hormonais, como a primeira menstruação antes dos 12 anos, e hereditários, como casos anteriores de câncer de mama na família.

O câncer de mama pode ser percebido em fases iniciais, na maioria dos casos, por meio dos seguintes sinais e sintomas:

  • Nódulo (caroço), fixo e geralmente indolor: é a principal manifestação da doença, estando presente em cerca de 90% dos casos quando o câncer é percebido pela própria mulher
  • Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja
  • Alterações no bico do peito (mamilo)
  • Pequenos nódulos nas axilas ou no pescoço
  • Saída espontânea de líquido anormal pelos mamilos

Câncer de estômago

Também conhecido com câncer gástrico, o câncer de estômago também possui o agravante da difícil detecção. “Esse câncer está relacionado ao tipo de alimentação e outras doenças como úlceras e gastrite causadas pela bactéria H. Pylori”, explica o profissional de saúde.

O adenocarcinoma de estômago – tipo mais comum do tumor – atinge, em sua maioria, homens por volta dos 60-70 anos. De acordo com Inca, cerca de 65% dos pacientes têm mais de 50 anos. O câncer de estômago também é o terceiro tipo mais frequente entre homens e o quinto entre as mulheres no Brasil.

Não há sintomas específicos do câncer de estômago. Alguns sinais como perda de peso e de apetite, fadiga, sensação de estômago cheio, vômitos, náuseas e desconforto abdominal persistente podem indicar tanto uma doença benigna (úlcera, gastrite, etc.) como um tumor de estômago.

 

Categorias
Manchete

João Azevêdo anuncia investimento de R$ 3 milhões para construção de 12 Centros de Triagem de Resíduos Sólidos

O governador João Azevêdo anunciou, na última segunda-feira (3), durante o programa semanal ‘Fala, governador’, transmitido em cadeia estadual pela Rádio Tabajara, investimentos na ordem de R$ 3 milhões para a construção de 12 Centros de Triagem de Resíduos Sólidos, que atenderão mais de 50 municípios da Paraíba. A ação é resultado de uma parceria entre o Governo do Estado, prefeituras e o Ministério Público e viabilizará a realização de coletas seletivas, além de proporcionar a geração de renda para quem trabalha no segmento e aumentar a vida útil dos aterros sanitários.

O chefe do Executivo estadual destacou o esforço do governo para realizar mais uma parceria com as prefeituras e solucionar uma demanda relacionada ao meio ambiente.  “Nós sabemos que a atribuição de tratar os resíduos sólidos é municipal, mas o Estado já elaborou um Plano Estadual de Resíduos Sólidos e apresenta uma solução para atender os municípios que assinaram um Termo de Ajustamento de Conduta com o Ministério Público e não têm condições de cumprir por conta da falta de recursos. Nós estamos permitindo que os municípios fiquem regulares, considerando que a lei exige que se tome providências em relação ao assunto”, explicou.

De acordo com João Azevêdo, os Centros de Triagem serão construídos em Marcação, Mari, Serra Branca, Taperoá, Picuí, Lagoa de Dentro, Ingá, Juazeirinho, Remígio, Queimadas, Caaporã e Juripiranga.

As unidades de gerenciamento de resíduos sólidos também irão atender os municípios de Baía da Traição, Rio Tinto, Sobrado, Riachão do Poço,  Caldas Brandão, São José dos Cordeiros, Coxixola, Parari, São João do Cariri, Assunção, Livramento, Baraúna, Sossego, Nova Palmeira, Pedra Lavrada, Jacaraú, Pedro Regis, Curral de Cima, Duas Estradas, Riachão do Bacamarte, Itatuba, Serra Redonda, Soledade, Cubati, Olivedos, Tenório, Areia, Algodão de Jandaíra, Fagundes, Caturité, Barra de Santana, Alhandra, Pitimbu, Pedras de Fogo, Itabaiana, Pilar, São Miguel de Taipu e São José dos Ramos.

Ainda segundo o governador, uma nova reunião está prevista para acontecer nos próximos dias com os municípios, por meio da Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup), para encaminhamento dos convênios.